O bom relacionamento profissional e a assessoria de imprensa em Goiás

O bom relacionamento profissional e a assessoria de imprensa em Goiás

Por Lívia Caixeta

Foi-se o tempo em que bastava ter um bom contato e relacionamento pessoal com os jornalistas das redações para facilitar a “venda” da pauta. Esta foi uma característica muito marcante no mercado de assessoria de imprensa em Goiânia, há até bem pouco tempo. O fato de existirem poucos veículos de imprensa na capital goiana viabilizava ainda mais esta prática.

Contudo, a profissionalização e a expansão do mercado fizeram com que muito mudasse. O assessor de imprensa assumiu uma função estratégica dentro de algumas empresas. Ao mesmo tempo em que os veículos de comunicação também cresceram e passaram a observar outros aspectos da sociedade. A prática do jornalismo também mudou devido, principalmente, à visibilidade que Goiás passou a ter no âmbito nacional.

A cordialidade de um grande empresário, ou socialite, ou de qualquer outra pessoa com algum destaque social já não era suficiente para que o assunto divulgado ganhasse relevância. Agora, a sugestão de pauta deve conter os preceitos básicos que são estudados nas aulas de Teorias da Comunicação e Produção de Texto Jornalístico, nos tempos da faculdade. A relevância social do assunto sugerido tornou-se aspecto primordial nesta relação.

Hoje, temos telejornais e jornais bastante preocupados em denunciar os deslizes e falhas das políticas sociais e econômicas. Por todos os cantos do Brasil, existem revistas especializadas em temas diferentes. A internet fez com que a informação circulasse mais rápido. E, tudo isso, exige que o profissional da assessoria de comunicação, e não mais apenas “imprensa”, se inteirasse dos assuntos da atualidade e que seja capaz de relacioná-los, em seus diversos aspectos, com temas de seu assessorado.

O coleguismo e a amizade ainda valem. Mas, já não são mais decisivos neste processo. É bom estarmos sempre alerta e por dentro do que acontece a nossa volta para não sermos pegos de “calças curtas”.

Interessado nesse assunto? Clique aqui e veja mais informações sobre esse e outros serviços oferecidos pela Race Comunicação.

Gostou do artigo?

Race Comunicação em expansão no mercado goiano

Por Lívia Caixeta

Falar em comunicação em Goiás pode ser considerado tabu. Estamos conversando de um mercado que ainda não conhece, ou não reconhece, serviços básicos de comunicação empresarial, como, por exemplo, assessoria de imprensa. Não por parte das empresas de comunicação, em grande parte competentes no que fazem, mas das empresas, que ainda se comunicam pouco com seus públicos de interesse e, em geral, têm medo de se aproximar da imprensa.

Por tudo isso, a proposta de manter um braço da Race Comunicação em Goiânia foi desafiadora. Há quatro anos a parceria com o jornalista Rogério Artoni, sócio da agência de jornalismo, em São Paulo, soou como algo inovador. Primeiro pela iniciativa de trabalho on line e compartilhado e, segundo, por ser um mercado extremamente fechado e de difícil penetração na capital goiana.

Tivemos a sorte de ter como primeiro cliente o Laboratório Teuto Brasileiro S/A. Uma empresa renomada e respeitada nacionalmente, que, sem dúvida, muito contribuiu para nosso crescimento tanto no mercado quanto profissional.  A partir deste primeiro contato enumeramos alguns pontos deficientes do mercado corporativo goiano.

Nosso grande obstáculo foi, e ainda é, fazer com que as empresas entendam o nosso trabalho e enxerguem nele uma grande oportunidade de crescimento. Nosso trunfo é a dedicação que temos em fazer um bom atendimento. Não medimos esforços para que o cliente e os jornalistas sejam atendidos de maneira personalizada e em seu tempo.

Hoje temos além da indústria farmacêutica, uma indústria de bebidas, um shopping e duas equipes ligadas ao automobilismo. Expandimos nossos serviços e temos como referência, além da assessoria de imprensa, o gerenciamento de conteúdo para redes sociais. Além de tantos outros como a editoração institucional e o planejamento estratégico de comunicação realizado com os departamentos de marketing de nossos clientes.

Em abril de 2012, demos o nosso maior passo até então. Deixamos de ser um “home office” para iniciar a estruturação de nossa sede. Nos estabelecemos em Aparecida de Goiânia, no Cidade Empresarial, um condomínio de empresas de diversos segmentos. Aproveito este post para convidá-lo para um café…. está servido?

* Lívia Caixeta é Assessora de imprensa na Race Comunicação

Interessado nesse assunto? Clique aqui e veja mais informações sobre esse e outros serviços oferecidos pela Race Comunicação.

Gostou do artigo?