Tendências da Comunicação Interna

Por Filipe Andrade

Em um mundo marcado pela velocidade tecnológica e pelo avanço crescente no volume de informações, a comunicação interna tem apresentado avanços nos diferentes tipos de organização, a exemplo de outras formas de se fazer comunicação.

Neste texto, apresentamos as principais tendências da comunicação interna em grande parte das empresas nos próximos anos.

  1. Parte das “transformações no âmbito das corporações contemporâneas é a mudança da mentalidade organizacional, tendo como principal colocar as pessoas em lugar de destaque”, constatam Luciana Tales Moura e Maisa Marianelli, no artigo ‘Tendências na Comunicação Interna’. Aqui vale a regra básica da comunicação interna: pessoas engajadas, alinhadas com os objetivos da organização e motivadas, garantem o sucesso da corporação. E esta é uma tendência que não muda.
  1. “Mensagem em tempo real no local de trabalho”: o aproveitamento do tempo hábil no local de trabalho, segundo a norte-americana Forbes, é uma rotina que deve ser reforçada para garantir a efetividade da comunicação interna. Lembre-se: as palavras de ordem são conectividade e instantaneidade. Assim, sair na frente e informar à equipe em tempo real garante uma comunicação ainda mais eficiente. Ainda de acordo com a publicação, as formalidades nesse tipo de comunicação tendem a ser menores (Mas cuidado com a ortografia! Esta não entra em desuso).
  1. “Soluções leves”: entre outras tendências apresentadas pela Forbes, a busca de ações fáceis de implantar e de uso mais prático deve ganhar ainda mais força na comunicação interna. Instantaneidade, principalmente, e conectividade, lembra?

Outras soluções devem ser adotadas por um maior número de empresas para garantir a efetividade da comunicação interna. Entre elas, o trabalho colaborativo, o que garante mais compartilhamento de conhecimento, e o uso de ferramentas simples no local de trabalho, como chats no Facebook, por exemplo; isto cria um canal mais próximo entre colaborador e empresa, de forma mais ágil. Sem falar em outras ferramentas que devem ganhar força entre as novas tendências, como vídeos com mais envolvimento da equipe e o uso de redes sociais corporativas. Tudo pensado para garantir o acesso do colaborador a um número maior de conteúdos, de forma rápida e em qualquer ambiente.

* Filipe Andrade é Assessor de Imprensa na Race Comunicação.

Ficou interessado sobre tendências da comunicação interna? Clique aqui e veja mais informações sobre esse e outros serviços oferecidos pela Race Comunicação.

0/5 (0 Reviews)
Gostou do artigo?