Profissional de redação pode se tornar assessor de imprensa

Por Bruno Uehara

Com a atual crise dentro das redações, que passam por cortes drásticos e frequentes reformulações, muitos jornalistas estão se reencontrando em novas áreas. Uma delas é a assessoria de imprensa, que possibilita o desenvolvimento de outras atividades relacionadas à comunicação. Para atuar nesse ramo, o profissional precisa se adequar a uma nova rotina com tarefas antes inexploradas, como elaboração de relatórios e realização de treinamentos, que exigem experiência e amplo conhecimento do mercado.

Para o jornalista se tornar assessor de imprensa é importante procurar cursos que englobem os princípios básicos do segmento. Por isso, se faz necessário entender, além de mailings e clippings, como são preparados planejamentos e análises estratégicas, por exemplo. Especializações em temas como gestão de crise também merecem atenção especial para lidar com imprevistos que possam envolver futuros clientes.

Adquirido o conhecimento sobre assessoria de imprensa, restam diversas vantagens para o jornalista que está mudando de área.  Com a experiência prévia em redação e uma boa rede de contatos, o profissional pode manter relacionamento mais próximo à imprensa, emplacando matérias com mais facilidade. Além disso, a divulgação de materiais como releases torna-se mais certeira ao incluir informações consideradas essenciais às publicações – como a inclusão de números em pautas de negócios e o reforço de especialistas em questões relacionadas à saúde.

Jornalistas com experiência em rádio e televisão também podem agregar conhecimento a media trainings, voltados a porta-vozes em simulações de entrevistas. O treinamento consiste em orientar desde gerentes a diretores de empresas a se comportar da forma mais adequada em frente às câmeras, transmitindo suas key messages da forma mais clara possível.

Independente do ramo de atuação, o profissional de comunicação deve contar com uma grande habilidade: a de se tornar especialista em qualquer tema e se adaptar a diferentes ambientes de trabalho, seja ele uma corporação ou uma redação de jornal.

* Bruno Uehara é assessor de imprensa na Race Comunicação

0/5 (0 Reviews)
Gostou do artigo?