O que você precisa saber sobre vídeo institucional

Por Maira Manesco

Já sabemos que o vídeo institucional é uma das melhores ferramentas para contar a história, os serviços e outras informações relevantes da empresa para seu público.

O vídeo institucional não pode ser simples e sem graça. Ele precisa transmitir toda a energia da empresa, precisa prender a atenção de quem está do outro lado da tela, assistindo. Para isso, listamos abaixo um passo a passo que pode auxiliar na criação desta ferramenta.

  1. Objetivo: Antes de pensar no roteiro do seu vídeo, comece definindo quem são os stakeholders, quais são as key messages da empresa e para que o vídeo será utilizado, por exemplo, para apresentar ou para vender um produto. Estes direcionamentos são a peça-chave para iniciar um projeto de qualidade que externe o que a empresa quer transmitir.
  1. Formato: Com o objetivo definido, é hora de escolher o formato. Se terá locução, infográficos, imagens etc. Assim como mostramos aqui. Este é o momento de saber onde se quer chegar com o vídeo institucional.
  1. Roteiro e produção: Para criação do roteiro é preciso reunir todas as informações que deverão aparecer no vídeo institucional, já pensando nos objetivos e no formato escolhidos anteriormente. Com tudo definido começa-se a produção, que abrange a locação do espaço e dos equipamentos, gravação com os apresentadores/locutores e também as produções que envolvem animação e demais artes gráficas.
  1. Edição: Durante todo este processo são captadas diversas imagens, este é o momento para selecionar as melhores cenas que farão parte do vídeo. A edição resultará na versão final do vídeo institucional.

Como o vídeo institucional tem se tornado mais comum, é preciso utilizar técnicas para se destacar dentre os concorrentes. Listamos abaixo algumas ideias que podem ser úteis durante a criação.

  • Animação 2D – vídeos produzidos com desenhos, imagens e textos, não possui profundidade. Neste estilo deve ser considerado que o tempo de execução é mais rápido.
  • Animação 3D – vídeos produzidos com controladores virtuais, é um processo mais demorado, mas que envolve a realidade virtual dos elementos.
  • Gravação – vídeos com captação de cenas reais, são normalmente produzidos em estúdios ou cenários, com um cinegrafista filmando o apresentador e demais personagens que compõem o vídeo.

O desenvolvimento de um vídeo institucional é um processo trabalhosos, por isso, é preciso contar com a ajuda de profissionais, para que o resultado final não seja amador e transmita pouca profissionalidade. Já que a intenção desta ferramenta é passar credibilidade à empresa.

A sua empresa precisa alinhar e integrar a comunicação corporativa? Entre em contato com a Race Comunicação e peça uma consultoria de comunicação.

0/5 (0 Reviews)
Gostou do artigo?