Entenda o perfil e o modo de trabalho em redes sociais

Pro Rodolfo Zanchin

Estar presente nas redes – e de maneira adequada – nem sempre é fácil.  Além de aceitar os termos e condições de cada serviço, é preciso se adequar ao perfil da mídia, considerando, por exemplo, linguagem, conteúdo, abrangência, condições de privacidade etc. Para auxiliar nesse universo virtual, a Race fez um breve perfil das redes sociais mais influentes no Brasil. Confira:

 

Facebook

A rede social com maior número de usuários e, consequentemente, muitos acessos diários. Sem dúvidas, é a primeira opção para empresas que pretendem criar uma página corporativa em redes sociais relevantes e influentes. Adequar-se à linguagem do Facebook, porém, exige muito cuidado. É necessário formular estratégias para gerar engajamento! Apresentar temas relevantes para o seu público-alvo, lembrar de datas comemorativas e compartilhar informações sucintas da empresa é uma ótima maneira de iniciar o trabalho e fomentar comentários positivos. Ah, evite entrar em temas polêmicos! Dica: posts com imagens são mais compartilhados do que os que contém somente textos.

Instagram

Ao lado do Facebook, é uma das principais redes sociais, cresceu muito nos últimos anos e vem se tornando cada vez mais influente no meio corporativo. Imagens que apresentem o dia a dia da empresa, promoções, eventos e datas comemorativas são o segredo para conseguir seguidores no Instagram. Capriche nas fotos: quanto mais bonita, maiores são as chances de ganhar aquele like. Portanto, antes do clique, tenha em mente que imagens com jeitão de amadoras (tremidas, fora de foco, mal enquadradas etc) podem afetar negativamente a imagem da empresa, literalmente.

Twitter

A característica principal do Twitter é a velocidade de replicação de conteúdo. Com um texto de até 140 caracteres, a leitura tende a ser rápida e dinâmica. Empresas se aventurarem nessa rede precisam exercitar seu poder de síntese e não economizar na criatividade para criar frases curtas e atrativas, destacando promoções, dicas gerais e novas tendências do setor. Deixe de lado o balanço financeiro do ano, artigos científicos complexos etc – a não ser que o curto texto traga link para um material muito mais completo, disponível em outro ambiente.

LinkedIn

Se o principal intuito da empresa ao entrar nas redes sociais é gerar negócio, é indispensável a criação de uma página corporativa no LinkedIn. O universo empresarial é destaque nessa rede, sem distinção de porte ou segmento de atuação. Por isso, aposte em temas relacionados a sua empresa, compartilhe novos métodos, trate de assuntos específicos da área de atuação e aproveite para estreitar relacionamento com possíveis futuros clientes. Resumindo: faça contatos e aprimore seu network!

Youtube

O Youtube é um canal extremamente relevante para manter o diálogo com o público-alvo da empresa – especialmente em um período em que imagens falam muito mais que palavras. Apostar em vídeos bem estruturados, como ensinamos em outro post aqui do blog, é essencial para que os usuários frequentem seu canal. Além de apresentar cada segmento de trabalho, dicas gerais para solução de problemas são sempre bem-vindas.

Google +

Embora o Google Plus não seja muito conhecido no Brasil, estar presente nessa rede é uma boa alavanca para o posicionamento estratégico no mecanismo de buscas do Google. Conteúdos similares aos do Facebook são as melhores opções.

Dica geral: Não se esqueça, para o bom funcionamento das redes sociais, é necessário sempre mantê-las atualizadas! Para isso, planejamento estratégico e atenção periódica são essenciais. Caso você necessite de gerenciamento de redes sociais, entre em contato com a Race Comunicação.

0/5 (0 Reviews)
Gostou do artigo?