Construção de imagem corporativa

By Ana Carolina Lima

Primeiramente, é preciso entender o que a comunicação entende como imagem. O conceito, segundo Peirce (1978), juntamente com a semiótica explica que o termo diz respeito a uma representação visual de algo, porém não está ligado apenas ao visual. Logo pode-se entender que imagem corporativa, é a representação da empresa perante o seu público e que vai além de uma questão meramente visual.

Ao contrário do que se imagina, a imagem, diferentemente de identidade corporativa não precisa necessariamente ser fiel à realidade da empresa, porém depois de alguns estudos de caso, as organizações com imagens mais fortes são aquelas que se aproximam ao máximo de sua realidade, pois geram uma fidelização interna e externa.

O profissional de relações públicas – ou, abreviadamente, RP – muito mais que a aplicação de técnicas e instrumentos de comunicação, desenvolve estratégias criativas de comunicação que afetam diretamente a vida e a dinâmica negocial das organizações, colaborando para a criação da identidade, da reputação e da imagem corporativa.

A construção da imagem de uma empresa acontece de médio a longo prazo com ferramentas comunicacionais estrategicamente pensadas, aprimorando o relacionamento da organização com os diferentes setores da sociedade – acionistas, mídia, comunidades, governos, consumidores –, tanto em organizações privadas como nas públicas e do terceiro setor, sempre a partir dos interesses dos stakeholders.

O gerenciamento do relacionamento entre organização e público é o caminho principal para a construção da imagem, que gera conquista de público, fidelização da marca e crescimento da empresa.

* Ana Carolina é Assessora de imprensa na Race Comunicação.

Ficou interessado sobre a construção de imagem corporativa? Clique aqui e veja mais informações sobre esse e outros serviços oferecidos pela Race Comunicação.

5/5 (1 Review)
Gostou do artigo?