Comunicação intercultural: como se conectar com diferentes mercados?

Por Thamyris Barbora

Jogue a primeira pedra quem nunca teve uma mensagem interpretada de maneira equivocada por alguém. Diferentes experiências, linguagens, referências e costumes, geralmente, são os causadores de mal-entendidos assim. E se isso já acontece com pessoas que compartilham a mesma cultura e idioma, imagine em uma comunicação intercultural.

Pensando em uma relação entre empresa e clientes de outras nacionalidades, é muito importante que haja uma conexão verdadeira para a comunicação eficaz. Por isso, uma imersão nos costumes dopúblico-alvo é fundamental. É o caso da marca europeia de cosméticos, Vitaker. Sediada no Reino Unido, a empresa utiliza a tecnologia e recursos brasileiros para manufaturar produtos que são vendidos no leste europeu.

Dirigida por Priscila Pereira, a Vitaker conta principalmente com profissionais brasileiros para desenvolver fórmulas para os cabelos de russas, romenas e lituanas – três das principais consumidoras da marca no mundo. O contraponto é que, enquanto no Brasil muito se fala em assumir as madeixas encaracoladas, no leste europeu o momento é de alisar. Por isso, entender o momento de cada um é tão necessário para a aproximação com o público e sucesso da marca.

Comunicação integrada: redundância do século XXI

Para mais engajamento nas ações, algumas dicas podem ajudar a entrar no universo desse consumidor(a). Veja abaixo algumas ideias para estreitar essa relação:

Idioma na ponta da língua

Esse é o primeiro e um dos mais importantes passos para chegar ao seu cliente estrangeiro. É preciso não apenas dominar, mas estar sempre informado sobre expressões e até gírias mais adequadas para o mercado que se deseja alcançar. No blog da Vitaker, com conteúdo todo em inglês, é primordial se apropriar de expressões típicas do mundo da beleza. Confira as “beauty tips” da marca!

Imersão cultural

Hábitos alimentares, rotina, política, tradições e tudo o que for possível saber sobre o público-alvo ainda será pouco. Um mergulho na cultura é o único caminho capaz de fazer com que você chegue até seu cliente. Entenda como se portar e pensar como um deles para que sua empresa seja conhecida e reconhecida. Não adianta falar sobre cuidados com os cabelos no verão para pessoas que vivem a maior parte do ano com temperaturas na casa dos 5°C.

Não sabe? Pergunte!

Pesquise não só na internet, mas procure conversar com pessoas reais. Clientes e não-clientes. Peça feedback sobre os conteúdos. Só com a ajuda dessas pessoas será possível entender a fundo algumas questões culturais. E, nessas horas, as redes sociais podem ajudar muito. A Vitaker é uma marca engajada com seu público tanto no Facebook quanto no Instagram. Lá, são compartilhadas as experiências de usuárias, dicas de produtos e opiniões gerais para o direcionamentos da comunicação.

 

 

Gostou do artigo?