A relação transparente entre assessor e cliente

Por Daniela Dálio

Uma das premissas básicas para o sucesso de um trabalho de comunicação com a imprensa é o bom relacionamento entre o assessor e seu cliente. É importante lembrar que os dois lados têm seus deveres a cumprir nesse caminho para atingir bons resultados.

Para começar com o assessor, é imprescindível que ele conheça a fundo o trabalho do seu cliente e entenda seus objetivos e metas. Para isso, uma imersão no cliente é essencial para ter conhecimento aprofundado de serviços, produtos, porta-vozes, etc. Com isso, o assessor terá uma visão geral do que precisa produzir para gerar resultados alinhados com a estratégia da companhia.

O bom relacionamento entre assessor e cliente também demanda transparência e confiança nas informações. O assessor deve adotar uma postura, muitas vezes, educativa e mostrar ao assessorado o que funciona ou não na imprensa, demonstrando quais os critérios utilizados por jornalistas para que uma pauta realmente vire notícia. Essa atitude transparente e honesta vai ajudar no entendimento do cliente a respeito da imprensa e, principalmente, ampliar a credibilidade do trabalho consultivo do assessor.

E, esta credibilidade, por sua vez é chave para que o cliente amplie sua confiança no assessor. Confiança que o cliente precisa ter para, cada vez mais, repassar informações importantes para serem trabalhadas com a imprensa da melhor maneira. E aqui entra o dever do cliente também nesse relacionamento: ser transparente nos seus dados e na sua comunicação com o assessor, auxiliando na composição de uma pauta interessante para a imprensa.

Portanto, um relacionamento franco, honesto e transparente entre as duas partes ampliam e muito as chances de atingir os objetivos propostos em uma estratégia de comunicação com a imprensa.

 

Gostou do artigo?