7 dicas para o jornalista se interessar pela sua pauta

Por Mariana Morena

Nem toda pauta sugerida por uma assessoria de imprensa é realmente uma pauta ou mesmo chamará a atenção dos jornalistas. A maior parte desses profissionais recebem centenas de e-mails com releases por dia e outra centena deles vão direto para o SPAM ou para a lixeira. Então, preparamos algumas dicas uteis de como fazer o jornalista se interessar pela sua pauta.

 

  • Você tem oito segundos

 

Com o aumento das demandas, os jornalistas estão sempre ocupados. Você tem cerca de oito segundos antes de o jornalista clique no botão delete. Faça valer esses segundos e pense em cada uma das informações que você vai colocar na sugestão de pauta ou mesmo no release.

 

  • O assunto é muito importante

 

Seis desses oito segundos serão gastos lendo o assunto, então é lógico que você deve se concentrar a maior parte de seus esforços criativos. Oito em cada 10 disparos de releases que se tem na caixa de entrada não foram abertos porque o assunto não chamou atenção. Pense nas tentadoras manchetes do Buzzfeed que nos faz clicar, sem mesmo pensar se aquilo vale mesmo o nosso tempo. Faça disso o seu assunto. O título é o maior atrativo para prender a atenção do jornalista.

 

  • Se mantenha casual.

 

Não use “Sr.” ou “Sra”. Não use “a quem possa interessar.” Use “Oi” ou “Olá” e o primeiro nome do repórter. Mas cuidado para não ultrapassar os limites da informalidade. Escrever “E aí fulano, beleza?” não vai fazer o menor sentido. Lembre-se que o jornalista não é seu amigo (a não ser que ele seja mesmo!).

 

  • Faça a sua lição de casa.

 

Invista alguns minutos do seu dia e leia o que jornalista cobre. É interessante mostrar para o jornalista que você conhece o trabalho dele dizendo algo como: “Eu vi o seu artigo sobre X, e eu pensei que essa história Y seria perfeita para você e seu público”.

 

  •  Por que deveria me importar com a audiência do jornalista?

 

Se você não pode responder a essa pergunta para o jornalista, em duas frases ou menos, então eles não poderão vender a história para seus editores. Arme o jornalista com a munição de que necessita para lutar por sua história em uma reunião editorial. Este é o porquê!

 

  •  O que você está oferecendo?

 

Não se esqueça de ter o essencial: Quem, o quê, onde, quando e como. Ajude o jornalista a contar a sua história, tornando mais fácil para eles.

Seus contatos e seus clientes vão agradecer.

 

  • Você tem realmente uma pauta?        

 

Pense com a cabeça do jornalista. Você tem mesmo uma pauta nas mãos? Se você fosse jornalista daquele veículo, você publicaria algo sobre este assunto? Você falaria sobre aquele cliente ou empresa? Você falaria o nome do produto ou da empresa? Esta última questão pode ser essencial entre falar ou não com aquele veículo. Muitas vezes o cliente não quer sair em veículos que não falam o nome da empresa, então, não perca o seu tempo, o do jornalista e o do seu cliente. Fale com outros veículos que tenham mais a ver com essa pauta.

 

* Mariana Morena é Assessora de imprensa na Race Comunicação.

Ficou interessado sobre as 7 dicas para o jornalista se interessar pela sua pauta? Clique aqui e veja mais informações sobre esse e outros serviços oferecidos pela Race Comunicação.

0/5 (0 Reviews)
Gostou do artigo?