10 erros comuns na comunicação das empresas

Por Rogério Artoni

Normalmente, os empresários acreditam que uma boa gestão está baseada em planejamento, controle e pessoas. Que o trabalho intenso ajuda nos negócios, que se dedicar muitas horas por dia será bom para a empresa, que funcionários que chegam no horário são competentes e daí por diante. Sem dúvidas, esses pontos podem ser realmente válidos para uma boa gestão dos negócios.

Por vezes, no dia a dia do trabalho intenso, a comunicação, que deve ser pensada de forma estratégica, é deixada de lado e muitos erros são cometidos pelos executivos. Confira alguns desses erros em relação à comunicação:

DEIXAR O SITE PARA O “SOBRINHO” FAZER

Muitas pessoas devem ter sobrinhos competentes na criação de websites. Mas esse é um erro bastante comum que gestores cometem. No desejo de “economizar” algum dinheiro, contratam aquele conhecido que “faz sites”. Mas, o melhor mesmo, é ter uma empresa especializada para construir isso. Você ganha em qualidade, agilidade e, o mais importante, na experiência em prestar esse serviço. Com isso, a empresa que você contratar pode dizer exatamente o que funciona para a sua necessidade e entregar o melhor que o seu dinheiro pode pagar.

NÃO ALINHAR A COMUNICAÇÃO AO PÚBLICO

Imagine que seu público de interesse, também conhecido como stakeholder, é formado por mulheres, de idade entre 18 e 22 anos e da classe A, porém, a comunicação da sua empresa ao invés de ser colorida, com linguagem jovial, com uso intensivo de redes sociais e influenciadores digitais; utiliza comunicação com cores escuras, linguagem rebuscada e mais voltada para o público masculino acima de 50 anos. Como isso trará resultados para o seu negócio? Alinhar a comunicação ao público é essencial. Pense em uma criança de seis anos de idade lendo esse texto, será que ela entenderia tudo que você leu até aqui?

NÃO ATUALIZAR A COMUNICAÇÃO

Quando as empresas são fundadas, normalmente o próprio dono é quem cria o nome da companhia e dos produtos, desenha os logos, faz o slogan, pensa nas cores etc. São milhares os exemplos de que isso dá certo, mas são milhões os exemplos de que pode dar errado. Contrate quem sabe do assunto para modernizar seu logo, pensar nas cores do seu negócio ou mesmo na embalagem do seu produto. Assuma que a comunicação que você criou há quase 20 anos já não serve mais.

ESQUECER O PÚBLICO INTERNO

O público interno é fundamental para o bom funcionamento de uma empresa, mas nem todo mundo sabe disso (aliás, parece que alguns empresários nem lembram da importância dos funcionários). Se você tem um problema, uma conquista ou uma mudança, o público interno deve ser o primeiro a saber. Mesmo que você vá comunicar a notícia junto a imprensa, avise os funcionários, no mínimo, praticamente ao mesmo tempo. Se não sabe como fazer isso, de que formas isso pode ser mais efetivo ou, ainda, como fazer isso de forma a trazer o melhor resultado, contrate um especialista no assunto.

NÃO DAR VALOR ÀS REDES SOCIAIS

Muitas, mas muitas empresas ainda acreditam que as redes sociais não são importantes ou não trazem negócios. Às vezes, algumas redes sociais realmente não fazem sentido para determinados negócios. Se a empresa está mais focada em B2B, o Facebook pode não ser a melhor opção, mas talvez o LinkedIn seja. Pense nas redes sociais como um complemento do seu site. É algo necessário e se usado da forma correta pode trazer resultados muito bons para a sua empresa. Vale lembrar que separar parte da verba para a publicidade nas redes sociais é importante para atingir maior número de pessoas.

NUMA CRISE, COMUNICAR COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHÃ

Durante a crise, o empresário é a pessoa que mais precisa de apoio de profissionais de comunicação. Muitas crises pioraram quando o dono se colocou a frente de tudo e foi escrever a resposta ao usuário no Facebook ou mesmo foi dar a entrevista sem ter feito ao menos um media training, por exemplo. Se existe uma crise, pense, respire, peça para alguém (isento de sentimento pela empresa) revisar o que está fazendo ou, melhor ainda, contrate uma empresa para te ajudar nessa missão.

PENSAR QUE COMUNICAÇÃO É GASTO DESNECESSÁRIO

Está aí uma frase que eu particularmente não gosto. Não investir em comunicação é como ter uma linda loja montada, com o melhor produto, com o melhor preço, no melhor ponto comercial da cidade, com os melhores funcionários e não abrir as portas. Comunicação é um INVESTIMENTO necessário, ela traz resultados que são mensuráveis. Tenha uma verba para a área de comunicação e marketing, saiba como usá-la da melhor forma possível e isso certamente trará mais negócios para a sua empresa.

ACHAR QUE ENTENDE DE COMUNICAÇÃO

“Comunicação é como futebol, todo mundo entende um pouco”. Eu, por exemplo, não sei a menor diferença entre um centroavante e um volante, mas conheço muito de comunicação. Um dos maiores problemas das empresas é que muitos empresários acham que entendem um pouco de comunicação. Contudo, mesmo os próprios comunicadores são especializados em alguma área. Assim, o especialista em branding possivelmente não vai querer dirigir um vídeo ou aquele profissional que trabalha na imprensa, não deve conhecer muito de comunicação interna. Por isso, deixe cada profissional trabalhar na sua área.

NÃO SABER A DIFERENÇA ENTRE ASSESSORIA DE IMPRENSA E PUBLICIDADE

Muitas vezes as pessoas procuram uma assessoria de imprensa achando que ela faz publicidade e vice-versa. Na verdade, são duas coisas distintas e na maioria das vezes as empresas precisam dos dois. O ideal é entender a diferença entre esses dois serviços e contratar aquilo que você precisa.

ERRAR NO PORTUGUÊS

Ter proficiência no seu idioma-mãe é algo essencial se você quer se comunicar. Nem precisamos dizer que “escorregar” no português (ou na língua que se está comunicando) é um erro primário, mas fulminante no ato de errar. Muitas empresas fazem a comunicação em outros idiomas (algumas vezes via Google Tradutor), mas esquecem de contratar um bom revisor. Erro fatal.

Não quer mais errar na comunicação da sua empresa? Entre em contato com o nosso time de profissionais e saiba como podemos ajudar a resolver seus problemas de comunicação.

0/5 (0 Reviews)
Gostou do artigo?