Relatório de Gestão: mapeando as ações

Por Livia Caixeta

Relatórios, indicadores e resultados são termos que ganham cada vez mais espaço na Comunicação Empresarial, principalmente pela necessidade de planejamento. É como um ciclo – virtuoso – já que o fim de uma ação é o “start” para a próxima e assim ciclicamente. Além disso, e não menos fundamental, as métricas são formas objetivas de mostrar aos diretores de uma empresa, por exemplo, como a comunicação – algo muito abstrato na maioria das vezes – pode ser objetiva e mensurada em números.

O primeiro passo para o sucesso na elaboração de um relatório é se fazer entender. A construção deste documento deve partir da definição dos aspectos relevantes que serão analisados e mensurados, de maneira que cada estratégia de comunicação adotada terá referências diferentes, ou seja, a Assessoria de Imprensa, o Content Marketing, a Comunicação Interna, a Comunicação Institucional serão analisados por diferentes pontos de vista e indicadores.

Definir parâmetros também é importante e ainda possibilita o autoconhecimento da organização, no sentido de identificar e entender os resultados de maneira mais clara. Em grandes empresas, de alcance multinacional por exemplo, também são adotados padrões e diretrizes para que os relatórios de cada departamento possam se complementar chegando a um resultado macro de todas as ações.

A fase de acabamento de um Relatório de Gestão está na apresentação. Vídeos, gráficos, infográficos, informações customizadas, tudo vale na hora de chamar a atenção para os resultados. Importante lembrar-se de que é daquele ponto que novas estratégias serão definidas e novos objetivos serão alcançados!

Gostou do artigo?