Damas da Comunicação

Por Maira Manesco

 

Hoje é comemorado o Dia Internacional da Mulher, data para lembrar das nossas mães, avós, tias, filhas… Enfim, de mulheres que nos inspiram na vida pessoal e profissional, que buscam igualdade e reconhecimento. Mulheres que com toda sua graciosidade e carinho conseguem ser fortes e determinadas para conquistar o que quiserem.

Na área da comunicação existem inúmeras mulheres que servem de inspiração para novos e já maduros profissionais. Mas, escolhemos contar brevemente a história de duas grandes profissionais: Vera Giangrande e Glória Maria, respectivamente relações-públicas e jornalista, que são verdadeiras damas do nosso mercado.

 

Vera Giangrande

O início da vida profissional de Vera Giangrande foi marcado por vários percalços, até que em 1959, encontrou sua vocação na comunicação social, quando estreou na área de propaganda da Colgate-Palmolive. Aos 30 anos foi admitida como relações-públicas da Thompson, onde pode mostrar todo seu talento e responsabilidade. Após 15 anos e diversas empresas no currículo, Vera Giangrande fundou sua própria agência de comunicação, a Inform Consultoria de Relações Públicas. Por ser mulher foi discriminada diversas vezes, mas levantou a cabeça e, para a surpresa de muitos, mostrou que era mais do que competente. Em 1989, Giangrande se tornou a primeira mulher membro do Rotary Club do Brasil.

Em 1993, Vera Giangrande passou a ocupar o cargo de ombudsman do Grupo Pão de Açúcar a fim de reerguer os negócios da família Diniz. “A Vera Giangrande tem um apelido muito feio. É uma palavra muito difícil de pronunciar, mas quer dizer uma coisa muito importante: eu sou a representante de vocês na diretoria do Pão de Açúcar”, dizia ela ao se referir ao cargo que ocupava. Vera dava grande importância ao seu trabalho, pois era por meio do atendimento ao consumidor que a empresa melhoraria, conquistando credibilidade e respeito perante seus stakeholders.

Vera Giangrande faleceu inesperadamente aos 69 anos; foi guerreira, viveu intensamente e deixou suas marcas. Como pessoa foi inesquecível e como profissional, insubstituível.

 

Glória Maria

Glória Maria passou por uma série de dificuldades para se tornar conhecida na televisão. Aos 16 anos começou sua vida profissional como telefonista, o que lhe proporcionou pagar uma boa faculdade de jornalismo. Foi a primeira repórter negra da televisão brasileira, estreando na Rede Globo em 1971, durante a cobertura do desabamento do Elevado Paulo de Frontin, no Rio de Janeiro. Depois disso, trabalhou nos telejornais: Hoje, Jornal das Sete, Bom Dia Rio e RJTV.

Glória, durante uma cobertura para o Jornal Nacional, foi a primeira repórter a entrar ao vivo na televisão brasileira. Assim, ficou mais do que evidente sua competência para assumir funções de extrema responsabilidade e desta forma, ficou incumbida de importantes missões. Como repórter realizou a cobertura da posse de Jimmy Carter, em Washington, sendo a primeira jornalista estrangeira a entrevistar o presidente norte-americano. E conseguiu antecipar o juramento olímpico do velocista Carl Lewis durante os jogos olímpicos de Los Angeles, antes mesmo da abertura oficial dos jogos.

Em 1986, Glória Maria passou a integrar a equipe do Fantástico, o que a tornou conhecida por praticamente todos os brasileiros. Em seu currículo, entrevistas com Michael Jackson, Freddie Mercury, Madonna e outras celebridades internacionais, além de reportagens especiais em destinos exóticos e diversas aventuras. O que lhe rendeu dez passaportes completamente preenchidos ao longo da vida profissional.

Após 35 anos de carreira, Glória se tornou repórter especial do programa Globo Repórter. E continua impressionando os telespectadores com sua principal característica: a descrição cuidadosa de sensações.

 

Referências: VOLPI, A. NA TRILHA DA EXCELÊNCIA: Vida de Vera Giangrande – uma lição de Relações Públicas e encantamento de clientes. São Paulo: Negócio Editora, 2002.

Glória Maria. Memória Globo. 2010. Disponível em: <http://memoriaglobo.globo.com/perfis/talentos/gloria-maria.htm>.

 

* Maira Manesco é Assessora de Imprensa na Race Comunicação.

Gostou do artigo?