Como obter sucesso na implantação de uma TV indoor

Por Filipe Andrade

Um dos grandes produtos da comunicação interna, a TV indoor, ou TV’s corporativas, são, talvez, a ferramenta menos utilizada dentro das organizações. Esse fato se deve, principalmente, ao custo de uma produção audiovisual, que em geral são mais caros que a grande maioria das ferramentas de comunicação.

Mas é fundamental ao gestor de comunicação considerar essa ferramenta, dado a grande demanda por conteúdos audiovisuais nos últimos anos. Uma demanda que tende a aumentar. Afinal, num vídeo a organização pode passar sua mensagem de forma clara, objetiva e com um impacto muito maior, em um tempo menor (em razão da rapidez que esse tipo de conteúdo exige).

Por outro lado, alguns aspectos devem ser considerados.

  1. O conteúdo e formato caminham juntos. A organização deve priorizar sempre uma linguagem específica a esse produto. Nada de aproveitar conteúdos de outros formatos, como texto de informativos impressos, memorandos, e-mails, etc.
  2. Para uma boa TV indoor não dá pra fugir do óbvio: qualidade do material. Isso requer investimento em produção, equipamentos e edição.
  3. Em um mundo cheio de imagens e conteúdos à exaustão, vale muito a pena diferenciar e sair na frente, fugindo sempre do óbvio.
  4. Imagem é tudo! Defina pautas levando em conta o princípio básico: “uma imagem vale por mil palavras”. Priorize boas imagens, que ilustrem bem e claramente aquilo que está sendo falado.
  5. Seja objetivo! Em audiovisual, dois minutos são quase uma eternidade. Sendo assim, utilize uma linguagem clara, de fácil compreensão e transmita sua mensagem sem rodeios.
Gostou do artigo?